Sobreleituras

Leituras do mundo, das mais variadas, dos fatos e acontecimentos.

Posts Tagged ‘kindle

Inovações tecnológicas

leave a comment »

O Kindle, é um leitor eletrônico onde se fazem downloads de e-books, além de assinaturas de revistas, jornais e blogs.

Foi lançado pela Amazon.com, na tentativa de revolucionar a interação do usuário com livros. Com essa plataforma, o usuário pode comprar diretamente seus livros eletrônicos da Amazon.com, por meio de conexão sem fio, além de revistas, jornais e blogs. Mediante pagamento de uma taxa, 11 jornais estão disponíveis, incluindo The New York Times e The Washington Post. Se você assinar um, ele chega automaticamente ao aparelho todos os dias de manhã.

Será mais prático do que esperar a moto entregar? Pensando nisso, se a moda pega, o meio ambiente poderia ser beneficiado, e muito, pela diminuição de poluentes das motos, que poderia ser ínfima, mas também pela diminuição de papel, o que representaria uma grande diferença no desmatamento.

Poderiam ser prejudicados os milhares de entregadores de jornais existentes mundo afora. Qual seria a nova função criada pela sociedade moderna para empregar essa classe?

E o prazer da leitura, incluindo o manuseio e o aspecto visual? A possibilidade de recortar em jornais ou revistas o que interessa formando um arquivo extraordinário para futuras consultas? Poderíamos então selecionar trechos, pedaços, fotos, reportagens e salvá-las já catalogadas na máquina, em recortes virtuais? A memória da máquina suportaria as caixas e caixas que guardo, de recortes das leituras interessantes?

Atualmente o Kindle armazena até 200 livros, espaço que pode ser expandido com cartões de memória. A compra e recebimento de um livro em menos de um minuto tem a disposição um catálogo de 90.000 opções da Amazon.com, a grande maioria deles por US$ 9.99.

O aparelho mede 19 x 13 x 1.7 cm e pesa quase 300 gramas. A bateria dura o dia inteiro com a conectividade sem fio ligada, e quase uma semana sem a função. A recarga pode ser feita em apenas 2 horas.

Os botões de navegação permitem que você avance e volte às páginas, e o teclado serve para comprar livros, fazer buscas e criar notas.

Custando US$ 399, não consegue atingir a massa e certamente ainda demora. Apenas uma classe privilegiada poderá ter acesso. A mesma que já tem acessos aos livros, produtos caros no mercado e que dificultam o acesso aos menos beneficiados. Ou seja quem terá acesso é quem já tem. Produtos inacessíveis a massa tem mais dificuldade de emplacar, pela aceitação e comercialização.

Mais uma notícia ruim é que os livros não saem de um Kindle pra outro, não podendo ser emprestados entre amigos, o que é uma desvantagem e tanto.

A falta de mobilidade de um meio eletrônico ainda é extremamente desconfortável. Pra quem como eu, gosta de ler em qualquer lugar que esteja, em filas de banco, andando na calçada, no carro, na rede, o Kindle deixa a desejar.

O lançamento, no final do ano passado, foi mais que a proposta de uma evolução, mas sim de uma revolução. Uma revolução na maneira que as pessoas se relacionam com a leitura, apesar da leitura em tela de computador não ser exatamente a mais prazerosa.

[E o prazer de pegar no livro? De segurar? De apreciar? De passar caneta marca texto e fazer anotações nas laterais?]

E analisando friamente, o surgimento desse tipo de “negócio” seria com o objetivo de agradar a população? Certamente não. Quando a Amazon lança um produto que tem a intenção de, em uma só plataforma, reunir suas leituras favoritas, e apenas ela pode abastecer esta plataforma, sendo a única a comercializar os e-books no formato do Kindle, o usuário está em seu sistema. Aprisionado.

Se tudo der certo novas empresas oferecendo o mesmo produto surgirão, competindo abertamente, e aí passa a fazer parte de nossa cultura aos poucos o livro eletrônico. Mas os de papel deixarão de existir? Eu aposto que não.

O blog http://digitaldrops.com.br/drops/2007/11/amazon-kindle-conheca-melhor-o-novo-leitor-de-e-books-da-amazoncom.html traz mais informações sobre a inovação.

Não deixe de se atualizar e ficar por dentro dos avanços tecnológicos.

Campos do Jordão, editado em 17 de julho de 2008

Anúncios

Written by Doce vida

julho 17, 2008 at 3:57 pm

Publicado em Tecnologia

Tagged with , ,