Sobreleituras

Leituras do mundo, das mais variadas, dos fatos e acontecimentos.

Posts Tagged ‘imposto

Cargas Tributárias no Brasil

leave a comment »

De 1 de janeiro até meados de 27 de maio de 2008, o contribuinte brasileiro trabalhou somente para pagar os tributos [impostos, taxas e contribuições] exigidos pelos governos federal, estadual e municipal. Foram em média 148 dias trabalhando [4 meses e 27 dias], para pagar as cargas tributárias, o que significa 40,51% do rendimento bruto individual.

De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário, se os cidadãos têm hoje uma expectativa de vida de 72 anos e quatro meses, do total deste tempo, trabalharão, em média, 36 anos e quatro meses só para arcar com a carga tributária que incide sobre sua renda, bens e consumo.

O levantamento, que utiliza dados do IBGE [Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística] e do perfil dos contribuintes da Receita Federal e da Previdência Social foi feito também por faixa de renda.

Na classe baixa, com renda de até $ 3.000, o trabalhador foi até 20 de maio para saldar suas taxas.

Na classe alta [renda acima de $10.000], até 1 de junho trabalhou-se para engordar os cofres públicos,

e na classe média, que ganha de $3.000 a $10.000, do começo do ano, até 5 de junho, todo dinheiro arrecadado já tinha destino.

Durante a década de 1970, esse tempo era de em média 76 dias [2 meses e 16 dias]. Hoje se trabalha o dobro para pagar os impostos, que só crescem.

Com isso, a carga tributária do Brasil se aproxima da que é cobrada por países de primeiro mundo, como Suécia (onde o trabalhador precisa trabalhar 185 dias para pagar imposto) e França (149 dias), ambos conhecidos por oferecer serviços públicos de qualidade para seus cidadãos.

A população? Não participa, não se intera, não sabe nem por onde começar. Não questiona. Não valoriza seu voto. Não exige postura e não cobra por melhor gestão do dinheiro público.

[Será que não cobra porque não sabe seus direitos ou não se sente no direito? Seja porque nunca se interessou em saber a seriedade da política e o quanto ela afeta diretamente suas vidas, seja porque fez parte do jogo quando das eleições, vendendo seu voto e perdendo sua moral para cobrar.]

Para o governo parece não ser interessante oferecer educação a ponto de formar cidadãos críticos, que serão questionadores do sistema. A massa crítica é quem pode resgatar o país dessa lama, dessa areia movediça, dessa podridão atual, mas deve formar-se por si só, buscar aperfeiçoamento, buscar subsídios, buscar pelos direitos. Abandonar a busca jamais.

Para saber mais:


http://www.ibpt.com.br/img/_publicacao/7958/121.pdf

Campos do Jordão, editado em 04 de Agosto de 2008.

Anúncios

Written by Doce vida

agosto 4, 2008 at 12:57 am

Publicado em Diversas

Tagged with ,