Sobreleituras

Leituras do mundo, das mais variadas, dos fatos e acontecimentos.

Archive for julho 2008

Objetivos do milênio

leave a comment »

Surgiu em setembro de 2000, durante a Cúpula do Milênio, após a análise dos maiores problemas globais. Trata-se de um conjunto de metas pactuadas pela ONU [Organização das Nações Unidas] com 191 países-membros.

Foram estabelecidos 8 objetivos considerados 8 maneiras de mudar o mundo.

Até 2015, ou seja daqui 7 anos, todos os países-membros das Nações Unidas assumiram o compromisso, por meio de ações concretas dos governos e da sociedade, tornar o mundo um lugar mais solidário, mais justo e melhor para se viver.

Confira as 8 metas:

1 – ACABAR/ REDUZIR COM A FOME E A MISÉRIA.

Cerca de 980 milhões de pessoas vivem com menos de 1 dólar por dia. A meta é que até 2015 seja reduzido pela metade o número de pessoas que ganham quase nada, e que por falta de emprego e de renda, não consomem os alimentos necessários e passam fome.

As ações sugeridas são: elaboração e distribuição de materiais sobre o que é uma boa alimentação, busca de parcerias que enriqueçam a merenda escolar, além do apoio a agricultura familiar, entre outras.

2 – EDUCAÇÃO BÁSICA DE QUALIDADE PARA TODOS

De cada 3 crianças no mundo, 1 nunca entrou em uma sala de aula. A preocupação é com a freqüência dos alunos e com a qualidade do ensino recebido.[O Brasil é o 7º país do mundo em número de analfabetos].

Sugestões: projetos de incentivo do governo ou de instituições privadas, além de ajudas individuais como, quem está em uma série avançada ensina quem está atrás, um ciclo de cooperativismo.

3 – IGUALDADE ENTRE OS SEXOS E VALORIZAÇÃO DA MULHER

Mulheres ganham menos que os homens trabalhando nas mesmas funções. Essa é uma realidade mundial. No Brasil chegam a ganhar até 40% menos. Simplesmente por serem do sexo feminino, já que executam os trabalhos tão bem quanto qualquer homem. Em vários países as desigualdades para as mulheres são bem maiores e mais “cruéis” do que simplesmente quem ganha mais em termos financeiros. As sugestões de ações são: divulgação da existência de centros de atendimento para mulheres, onde possam denunciar a violência e ter acompanhamento psicológico, identificação de novas oportunidades de trabalhos para as mulheres além de incentivar ações que estimulem busca de rendas alternativas.

4 – REDUZIR A MORTALIDADE INFANTIL

Quase 11 milhões de crianças ao redor do mundo morrem antes de completar 5 anos. A maioria por doenças que poderiam ser tratadas ou evitadas, por exemplo: doenças respiratórias, diarréia, sarampo e malária. As sugestões apresentadas são campanhas para mostrar que vacinas protegem a criança, que higiene evita doenças, e que nutrição adequada e aleitamento materno são elementos de vital importância na vida do ser humano.

5 – MELHORAR A SAÚDE MATERNA

Nos países pobres, a cada 48 partos uma mãe morre. A falta de acompanhamento médico e cuidados durante a gravidez também trazem agravantes que pode ocasionar óbito na hora do parto. Campanhas sobre planejamento familiar, importância do pré-natal e da nutrição para a mãe e gravidez de risco, além de iniciativas comunitárias de atendimento à gestante.

6 – COMBATER AIDS, MALÁRIA E OUTRAS DOENÇAS

O Brasil foi o primeiro país em desenvolvimento a proporcionar acesso a todos e gratuitamente para o tratamento de HIV, na rede de saúde pública. Mais de 180 mil pessoas recebem tratamentos financiados pelo governo. Todos os dias no mundo, 6.800 pessoas são infectadas e 5.700 morrem.

A malária mata 1 milhão de pessoas por ano no mundo, sendo o Brasil o terceiro com mais casos no mundo. Dois milhões de pessoas morrem de tuberculose a cada ano.

7 – QUALIDADE DE VIDA E RESPEITO AO MEIO AMBIENTE

Desmatamento, desperdício de água e produção excessiva de lixo são alguns dos mais graves problemas ambientais. A meta é reduzir em 50% o número de pessoas sem acesso a água potável, integrar os princípios de desenvolvimento sustentável nas políticas nacionais e reverter a perda de recursos ambientais. O saneamento básico em comunidades e favelas depende de investimentos. Até 2020 pretende-se uma significativa melhora nas vidas de pelo menos 100 milhões de habitantes.

8 – ESTABELECER PARCERIAS MUNDIAIS PARA O DESENVOLVIMENTO

Parcerias para ampliar a ajuda humanitária, tornar o comércio internacional mais justo, baratear o preço de remédios, ampliar o mercado de trabalho para os jovens e democratizar a internet são algumas das metas nesse sentido.

Se cada um fizer um pouco, a diferença no todo será significativa e satisfatória. “Borá lá” minha gente.

Para saber mais:

http://www.pnud.org.br/odm/index.php?lay=odmi&id=odmi

Campos do Jordão, editado em 31 de Julho de 2008.

Written by Doce vida

julho 31, 2008 at 7:02 pm

Publicado em Diversas

Tagged with

Degustação de Revistas na net

with 2 comments

Pra quem como eu, quase morre de curiosidade ao saber que uma revista está nas bancas, e enquanto não consegue comprar todas, vai aos poucos se esquartejando, o site

http://www.experimenteabril.com.br/

trata-se de uma boa pedida, já que é possível folhear as publicaçôes e saber ao menos o aspecto gráfico e quanto de conteúdo tem naquela matéria que chamou atenção na capa, que muitas vezes gera a compra.

Óbvio que o prazer do papel, de sentir o cheiro da revista, da textura macia na ponta dos dedos, é indiscutível e incomparável, mas pra ter noção quando não se é ainda “viciado” na publicação acho que funciona.

O conteúdo de 36 revistas é disponibilizado gratuitamente, [até uma determinada página], não sendo necessário cadastro, apenas o preenchimento de nome completo e email [claro que, para que a partir do dia seguinte cheguem inúmeras promoções do grupo abril em sua caixa de entrada, embora isso não fique claro em parte alguma], mas isso está longe de ser um problema quando se gosta de revistas, e quando a tecla delete é tão acessível às mensagens nos dias atuais, em que o descartável se confunde com o útil, sendo o spam nocivo quando se busca exatamente aquilo que se oferece [E acontece!].

É evidente que a finalidade de dispor os conteúdos é estimular a compra, a assinatura [que confesso ser péssima em aderir apesar de ser fiel a uma série de publicações], pelo receio dela chegar nas bancas antes de chegar em casa e eu acabar não resistindo. Lapsos de uma viciada na maciez das páginas e na viagem que é mergulhar no conteúdo de uma revista, sentindo aromas e sabores que inebriam.

O site apresenta falhas quando se opta por uma revista e depois de passar algumas páginas surge vontade de ver outra.Todas as possibilidades de links só levam para locais [links] em que se consome, se vende, se comercializa. Clicar para abrir novamente a página é a opção, seu nome digitado já aparece automaticamente.

Algumas revistas têm disponíveis apenas exemplares de 2007 e até 2006, não necessariamente com algum atual, embora muitas delas tenham alguns meses de 2008.

Quer dar uma passada rápida de olhos em várias delas? Já selecione todas e divirta-se.

O prazer é menor se comparado a ter a publicação nas mãos, mas é melhor que nada, pensando no custo de $8 a $10, em média, cada revista, o que nem sempre permite a compra de todas que chamam a atenção.

Campos do Jordão, editado em 28 de Julho de 2008.

Written by Doce vida

julho 28, 2008 at 11:41 pm

Publicado em Sites Interessantes

Tagged with , ,

Retratos da Leitura no Brasil

leave a comment »

A pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, em sua segunda edição, é o principal estudo em âmbito nacional sobre o comportamento do leitor brasileiro.

Realizada pelo Instituto Pró Livro, uma organização social civil de interesse público, mantida com recursos vindos de entidades do mercado editorial, objetiva o fomento à leitura e à difusão do livro, contribuindo para delimitar quais as ações e o direcionamento para estimular o hábito da leitura, além do levantamento de quais tendências podem orientar o mercado – editores e livreiros, qual o valor social que os cidadãos brasileiros atribuem à leitura e ao livro, quem é esse leitor, quem são os consumidores de livros e como as leituras são acessadas.

A amostra da pesquisa representa todo o universo da população brasileira com 5 anos de idade ou mais. Foi verificado que uma imensa fatia da população não conhece matérias de leitura, ou conhece mal, além do claríssimo problema de acesso aos materiais de leitura, em especial ao livro. Mesmo pra quem tem um livro por perto, falta a descoberta, que torna o sujeito capturado para a leitura.

O número de pessoas que não lê diminui de acordo com a renda familiar e com a classe social. Na classe A [renda maior que 10 salários mínimos], quase não há não leitores, sendo apenas 1%.

Isso nos leva a conclusão de que o poder aquisitivo é significativo para que se formem leitores assíduos, apesar de não ser regra e haver diversas formas disponíveis para quem não pode comprar, apesar de pouco estimuladas.

As maiores dificuldades encontradas pelas pessoas que não lêem, e até mesmo por algumas acostumadas a ler, dizem respeito a habilidades formadas no processo de educação. Para superar essas dificuldades seria necessária uma mobilização do poder público na formação e aperfeiçoamento de professores de língua portuguesa e mediadores de leitura.

Mobilização que parece não estar a caminho, visto os passos lentos que anda o ensino nos dias atuais.

[Em 2007 os alunos matriculados no ensino básico eram 52,9 milhões.]

Considerando que muitos brasileiros não gostam de ler por falta de tempo, e sendo o tempo uma questão de organização da agenda pessoal, o índice de desinteresse pela leitura cresce muito.

E se a maior influência para a formação da leitura vem dos pais, a quantidade de pais sem instrução ou com ensino incompleto torna o problema ainda maior.

Na percepção das pessoas, a leitura está diretamente ligada a escola ou aos estudos.

Por outro lado, é clara a progressiva valorização da leitura, à medida que avança a escolarização dos entrevistados. O ensino superior define um índice maior de leitura, além do uso maior de internet.

Todos os dados apontam, portanto, para a necessidade de a escola assumir verdadeiramente seu papel de formadora de leitores, trabalhando de forma intensa suas ações em todas as direções que se relacionam com o gosto pela leitura.

Os moradores do interior são os que menos lêem de acordo com a pesquisa, e as regiões Nordeste e Norte são as que apresentam os maiores problemas.

No tempo livre as pessoas preferem ver TV, ouvir musica, descansar, ouvir rádio, ler e sair com os amigos, nessa ordem.

Entre os livros mais lidos figura a Bíblia, seguida de livros didáticos, romance, literatura infantil, poesia, história em quadrinhos etc.

Quem mais lê são as mulheres. Homens lêem para se atualizar profissionalmente e por exigência escolar, já mulheres lêem mais por prazer e gosto e também por motivos religiosos.

Entre os leitores apenas 38% lêem o livro todo, o restante apenas capítulos ou trechos.

A média é de 25 livros por residência, sendo que 8% da população não têm nenhum livro em casa. [Como viver sem livros em casa? – eu me pergunto.]

Em 2007 cada pessoa comprou em média 1,2 livros, e cada uma delas leu 4,7 livros no ano.

No portal Domínio Público do MEC já foram baixados 7 milhões de cópias das 72.000 obras disponíveis,

http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/PesquisaObraForm.jsp

Vale a visita!

* A pesquisa não avalia a qualidade da leitura ou o nível da compreensão dos textos lidos.

Fonte da pesquisa:

Instituto Pró-Livro (2008), “Retratos da Leitura no Brasil” http://www.prolivro.org.br

Campos do Jordão, editado em 27 de Julho de 2008.


Written by Doce vida

julho 27, 2008 at 1:58 pm

Publicado em Educação

Tagged with , , ,

Aparelho celular com 2 chips

with one comment

As empresas e fabricantes de telefonia móvel estão constantemente de olho nas demandas do mercado, atendendo aos mais exigentes públicos na hora de oferecer um aparelho de telefone, que como função adicional nos tempos atuais é capaz de fazer ou receber uma ligação.O que se espera do aparelho, antes que se falar nele, é muito mais do que isso. É que se possa interagir, nos mais diversos momentos, com sons, imagens, vídeos, e o que mais tiver a oferecer, visto que o aparelhinho é cúmplice dos nossos mais íntimos e austeros momentos, nos acompanhando onde quer que estejamos, dia e noite.

Atualmente o mercado olha para aquelas pessoas que usam duas linhas de celular. Comum por pessoas que são adeptas a um número particular e outro para o trabalho; ou pessoas que moram em cidade diferente da que trabalham ou estudam, e ligam constantemente para esses locais, o que representa uma economia em interurbanos.

Se antes a única maneira de utilizar dois chips em um só aparelho era apenas com um adaptador, hoje a realidade é outra. Apesar de já serem vendidos modelos pela internet há alguns meses, fabricados fora do país, a grande maioria com adaptadores para o segundo chip, a Samsung lança recentemente no Brasil, um modelo com o recurso Dual SIM.

No modelo D880, as duas linhas ficam ligadas ao mesmo tempo, podendo receber ligações dos dois chips, sem necessidade de alterações nas configurações.

Um dos números é escolhido para ser a linha padrão, que é de onde vão se originar as chamadas. Clicando em um botão especial, que é exclusivo para o comando dos chips, pode escolher qual linha prefere usar caso queira alterná-la. O produto já tem seu público, e apesar de não ser compatível com a tecnologia 3G, oferece o que uma fatia necessita, o que é suficiente para mantê-lo no mercado.

Necessidades criadas por nós, seres humanos, que não saberíamos como viver sem nos tempos atuais. Sem as necessidades, criadas. No que iríamos nos apegar afinal?

Para saber mais sobre o lançamento da Samsung:

http://pt.samsungmobile.com/wcms/products/phones/phonedata/features/PT-SGH-D880.jsp

Campos do Jordão, editado em 26 de Julho de 2008.

Written by Doce vida

julho 26, 2008 at 1:06 pm

Publicado em Tecnologia

Tagged with , ,

Hotel Everland

leave a comment »

O hotel mais exclusivo do mundo não é necessariamente o mais luxuoso ou o mais extravagante.

O projeto, que consiste em uma espécie de hotel formado por apenas um quarto, é uma obra de arte de dois artistas suíços (Sabina Lang e Daniel Baumann), especializados em instalações que lidem com arquitetura; é móvel e pode ser levado para qualquer lugar.

Após ficar pouco mais de 1 ano no telhado do Museu de Arte Contemporânea de Leipzig, na Alemanha, está instalado agora em outro telhado, do museu Palais de Tókio, ao lado da Torre Eiffel, em Paris, com uma vista fantástica, permanecendo até o final de 2008.

Sendo considerado um hotel 4 estrelas, os hóspedes só podem ficar uma diária, que custa de 333 até 444 euros [de $832,00 a $1.100,00], que dá direito aos itens do frigobar e a levar embora as toalhas de banho, bordadas com fio de ouro. O café-da-manhã é deixado na porta da suíte e uma coleção de discos de vinil fica à disposição. Tem ainda conexão para internet e iPod.

Quem não puder ou quiser se hospedar, ao visitar o museu, pagando a taxa de 6 euros ($15,00), pode pelo menos conhecer o hotel, exclusivíssimo.

Para conhecer mais, visite o site do hotel: http://www.everland.ch/

Campos do Jordão, editado em 25 de Julho de 2008.

Written by Doce vida

julho 25, 2008 at 5:03 pm

Publicado em Diversas

Tagged with ,

Aristóteles

leave a comment »

“Sê dono da tua vontade e escravo da tua consciência.”

Aristóteles

Foi o fundador da ciência que ficaria conhecida como lógica.

De acordo com o filósofo, determinar uma verdade comum a todos os componentes de um grupo, era a condição para conceber um sistema teórico.

Foi grande sua importância no campo da educação, mas de forma indireta. Segundo ele, o melhor governo seria aquele em que cada um encontra o melhor para ser feliz. Cabe a educação a formação do caráter do aluno, sendo a mesma um caminho para a vida pública.

Um dos fundamentos de seu pensamento, é que todas as coisas têm uma finalidade.

Entendia a virtude como uma prática, e não um fator da natureza de cada um e negava a existência de um mundo supra-real, onde residiriam idéias.

A observação empírica – a experiência do real – ganhou papel central na concepção de ciência do filósofo, o que contrasta com o pensamento de Platão.

“O ignorante afirma, o sábio duvida, o sensato reflete”

Aristóteles

Para saber mais: http://www.mundodosfilosofos.com.br/aristoteles.htm

Campos do Jordão, editado em 23 de Julho de 2008.

Written by Doce vida

julho 24, 2008 at 2:08 pm

Publicado em Filosofia

Tagged with , ,

Santo Agostinho

leave a comment »

“Não se aprende pelas palavras, que repercutem exteriormente, mas pela verdade, que ensina interiormente”

Santo Agostinho

O mais influente pensador ocidental dos primeiros séculos da Idade Média.

A crença passa a ganhar substância doutrinaria para orientar a educação. O conhecimento ocupava lugar central na filosofia de Santo Agostinho, mas ele se confundia com a fé. Segundo o filósofo, os sentidos nunca se enganam, e portanto o que eles captam é para o ser humano a verdade. O pensamento não se confunde com o mundo material.

Relacionado ao tema da educação a idéia é de que o professor não ensina sozinho, mas depende também do aluno e, sobretudo, de uma verdade comum aos dois. O professor mostra o caminho e o aluno segue, o professor não transmite mas desperta.

A filosofia de Santo Agostinho está condicionada a fé religiosa e, especificamente, à ética cristã.

Para saber mais: http://www.mundodosfilosofos.com.br/agostinho.htm

Campos do Jordão, editado em 21 de Julho de 2008.

Written by Doce vida

julho 21, 2008 at 5:59 pm